Seguir por e-mail

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Comunicação Criativa e Consciente

http://agenciadagda.wordpress.com/
Na atualidade, estima-se que a Comunicação ocupe 75% da vida ativa de uma pessoa; o que mostra o quanto ela é importante e necessária para tudo que fazemos. Porém, ela é fortemente subjetiva, depende de quem emite como também de quem a recebe, o que a torna complexa.

Com a evolução dos meios de comunicação, ficou muito mais fácil e rápido se comunicar. De qualquer lugar a qualquer hora você pode falar com alguém por celular ou postar uma mensagem numa rede social. Todos estão "conectados" ou "ligados".

A internet se tornou uma aliada da vida moderna, nem sei o que seríamos sem ela!!! Esse texto mesmo não seria possível. Ela torna a LIBERDADE DE EXPRESSÃO verdadeira, permite que as pessoas realmente apresente sua opinião para o mundo!!! Mas.... ela exige cada vez mais o outro lado da liberdade, a RESPONSABILIDADE. Somos livres, mas responsáveis por essa liberdade. Podemos dizer o que pensamos e sentimos, mas temos que arcar com as consequências disso.

A Lei de Imprensa 5.250/67 revogada pelo Supremo Tribunal Federal, no Art. 17 defende que que não podemos ofender a moral pública e os bons costumes, podendo sofrer pena de detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, e multa de l (um) a 20 (vinte) salários mínimos da região. Portanto, quem ofender publicamente a moral de alguém, seja esse quem for, pode sofrer tais consequências.

Além disso, alguns conseguem ofender a própria moral, publicando intimidades e se expondo de maneira desnecessária nas redes sociais. Esquecendo a dimensão que aquela publicação pode atingir. Quantas pessoas verão e compartilharão a publicação???

Empresas de Recursos Humanos tem utilizado as redes sociais para verificar ou encontrar pessoas com o perfil adequado para suas vagas. Tornando as redes sociais uma forma de seleção e fazendo com que os candidatos se preocupem mais com o que "postam", "curtem", "retweet", "seguem" e "compartilham". Como apresentou a reportagem Redes sociais se transformam em ferramentas para escolha de funcionários - Da Redação da TV Tem do dia 13/10/2011.

Quanto mais rápida e fácil a comunicação, maior é a atenção que devemos dar a ela. Quantas informações erradas ou imprecisas encontramos na internet ou recebemos por ela???

O mais interessante é que a internet tem proporcionado as pessoas serem mais Criativas. Vídeos, piadas, textos sendo criados o tempo todo e publicados em sites e blogs; permitindo que talentos sejam descobertos, revelados. Simples frases postadas em murais mostram criatividade, boas ideias e são compartilhadas por amigos e desconhecidos.

A Criatividade é "tamanha" que as pessoas estão revindicando seus direitos de consumidor através da internet por vídeos e textos, como mostrou uma reportagem do Fantástico no Domingo 16/10/2011.

Saber se comunicar sempre será uma arte, que exige de cada um conhecimento, sabedoria e criatividade!!! Que as pessoas continuem "colocando a boca no trombone" de forma criativa porém consciente!

Referências
MATOS, Gustavo Gomes. Comunicação Empresarial sem Complicação: como facilitar  comunicação na empresa, pela via da cultura e do diálogo. 2ª ed. Manole: Barueri SP, 2009.
http://www.justen.com.br//informativo.php?&informativo=27&artigo=62&l=pt
http://tn.temmais.com/noticia/8/57695/redes_sociais_se_transformam_em_ferramentas_para_escolha_de_funcionarios.htm
http://fantastico.globo.com/Jornalismo/FANT/0,,MUL1676083-15605,00-CONSUMIDORES+USAM+INTERNET+PARA+RECLAMAR+DAS+EMPRESAS.html

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Universidade Nova: Bacharelado Interdisciplinar

http://upepr.blogspot.com/
Ontem, assistindo uma reportagem do Jornal Hoje da Rede Globo: Novos cursos ajudam estudantes indecisos na escolha da carreira, soube da postura de mais de 15 Universidades Federais com uma nova visão sobre a formação dos seus alunos. Elas estão apostando na Universidade Nova, uma forma de educação diferenciada, onde o foco é a área de atuação e não o curso específico. O diploma é de bacharel em área geral de conhecimento, como uma pré-graduação. Dar continuidade a formação específica fica a critério do aluno.

Bacharelados Interdisciplinares é o nome dados a esses novos cursos, nas áreas de Artes, Ciências e Tecnologia, Saúde e Humanidades. Juliana Holanda, na Revista Ensino Superior da Uol, na reportagem Opção pela Mudança, diz que "o currículo seria composto por Formação Geral Obrigatória, Formação Diferencial (optativas), Formação Profissional, e uma seqüência de cursos-tronco paralelos oferecidos durante todo o programa, como, por exemplo, língua e cultura brasileira e língua estrangeira moderna".

A princípio, acredito que esta nova visão de Ensino Superior vem minimizar a pressão da escolha profissional assim que os jovens terminam o Ensino Médio, dando-lhes o tempo maior para conhecerem melhor a área de atuação e suas possibilidades, além de facilitar seu ingresso na Universidade, uma vez que algumas, como a Universidade Federal da Bahia, oferecem 1500 vagas no Bacharelado Interdisciplinar; mas ao mesmo tempo, não resolve o "problema" daqueles que estão em dúvidas sobre a escolha profissional em áreas diferentes, como hoje percebo nas orientações dúvidas entre Ciências Contábel (Ciências) e Psicologia (Humanidades).

O importante aqui é que as Universidades estão se movimentando para atender as necessidades dos estudantes nos dias atuais, estão preocupadas em ter profissionais mais conscientes de sua escolha e atuação profissional. Cabe aos estudades analisar o que melhor se encaixa com os desejos, competências, habilidades e características de cada um e assim fazer a melhor opção de ensino.

Referências:
http://revistaensinosuperior.uol.com.br/textos.asp?codigo=11880
http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2011/08/novos-cursos-ajudam-estudantes-indecisos-na-escolha-da-carreira.html

Adicionar legenda

sexta-feira, 15 de julho de 2011

A arte de Negociar

Recebi hoje por e-mail de um amigo de trabalho, Luís Antonio Lourenção. Não sei se é nova, mas para mim foi uma novidade, além de uma lição, uma diversão! O autor é desconhecido! Confiram e comentem! bjs

http://blog.sucessoagora.com/
A arte de negociar !
PAI - escolhi uma ótima moça para você casar.
FILHO - Mas, pai, eu prefiro escolher a minha mulher.
PAI - Meu filho, ela é filha do Bill Gates...
FILHO - Bem, neste caso, eu aceito.
Então, o pai negociador vai encontrar o Bill Gates.
PAI - Bill, eu tenho o marido certo para a sua filha!
BILL GATES - Mas a minha filha é muito jovem para casar!
PAI - Mas este jovem é vice-presidente do Banco Mundial...
BILL GATES - Neste caso, tudo bem.
Finalmente, o pai negociador vai ao Presidente do Banco Mundial.
PAI - Sr. Presidente, eu tenho um jovem recomendado para ser vice-presidente do Banco Mundial.
PRES. BANCO MUNDIAL - Mas eu já tenho muitos vice-presidentes, mais do que o necessário.
PAI - Mas, Sr., este jovem é genro do Bill Gates.
PRES. BANCO MUNDIAL - Neste caso ele pode começar amanhã mesmo!

Moral da estória: Não existe negociação perdida. Tudo depende da estratégia.


"Se um dia disserem que seu trabalho não é o de um profissional, lembre-se: a Arca de Noé foi construída por amadores; profissionais construíram o Titanic..." 


segunda-feira, 4 de julho de 2011

Faculdade, uma oportunidade de emprego?

http://ponteparaosaber.blogspot.com/
Hoje em dia a faculdade é uma das formas de se conseguir conhecimentos para ingressar num bom emprego e subir na carreira profissional, e é claro para se ter o próprio negócio. Eu disse "conseguir conhecimentos", não um mero DIPLOMA, e para isso é preciso muito mais que frequentar 75% das aulas e ter média 7 nas disciplinas. Significa se comprometer, fazer sacrifícios, se envolver com os trabalhos e com os grupos de trabalhos, ter amigos, formar um bom network, administrar o tempo, ter disciplina, explorar os professores e seus conhecimentos, pesquisar, ir além do que é exigido...

A sala de aula muitas vezes é a chance que temos para mostrar nossas capacidades produtiva, mental e de relacionamentos, pena que nem todos os alunos percebem isso. Na sala de aula, ou mesmo pelos corredores da faculdade conhecemos pessoas que são empregadas em boas empresas, que conhecem pessoas que contratam em outras empresas, que estarão contratando pessoas um dia em alguma empresa e que com certeza se lembrarão daquele colega de sala que sempre fazia muito bem os seus trabalhos, que não faltava sem ter uma boa justificativa e que tirava boas notas, como também se lembrará daqueles colegas que só viviam encostados em outros colegas, sem contribuir nos trabalhos, que entregavam tudo atrazado, "pindurados" em notas e faltas.

Eu sei que a vida de Universitário é atrelada muitas vezes com a vida profissional, aluno e trabalhador, são os papeis da maioria que está dentro das Faculdades; mas, estar nestes papeis é uma escolha, e como toda escolha temos as conseqüências, então, é preciso encarar a maratona de avaliações e trabalhos da mesma forma que encara os projetos e metas de trabalho, firme e forte!

Não se iludam com a idéia de que uma coisa é ser aluno e outra é ser profissional, pois não é, princípios e valores são frutos do caráter e não dos papeis sociais, ou se tem ou não se tem. Não é possível ser um bom profissional sem ser um bom aluno, o que pode ocorrer (depois de muito arrependimento) é o mal aluno se tornar um bom profissional com as experiências da vida, aqueles tombos que precisamos levar para aprender, acho que todos nós sabemos quais são, não?

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Forum: Namorando alguém do Trabalho

http://www.culturalivre.net/
As organizações de trabalhos se diferenciam por vários fatores: tipo de negócio, ramo de atividade, estrutura organizacional, cultura, princípios e valores. Algumas empresas tem regras rígidas que devem ser cumpridas a qualquer custo, outras são flexíveis dando mais autonomia para seus funcionários e outras ainda não ligam se as pessoas estão cumprindo ou não as regras.

O Namoro entre Colaboradores sempre foi tema de discussão no mundo do trabalho, tem organizações que não se importam, desde que isso não prejudique as funções desempenhadas pelo casal; outras não se importam desde que o casal não sejam subordinados um ao outro (Gerente e colaborador por exemplo); outras ainda não permitem para que não haja prejuízo no trabalho.

E na sua organização, é liberado namorar alguém do trabalho? O que você acha disso?

Obrigada pela Participação!!!